Um brinde ao gim

Já no clima de fim de ano, a Caju celebra o gim. Quem já tomou um porre dessa bebida garante que ela é o capeta engarrafado: não existe ressaca mais nefasta. Mas, para a História, o gim foi um grande companheiro. O livro Gin, a global story, escrito pela jornalista norte-americana Lesley Jacobs Solmonson,  mostra como o destilado feito de zimbro, especiaria também muito usada em assados germânicos e britânicos, foi fundamental para a expansão colonial, a medicina e até mesmo para o primeiro feminismo. A edição reforça também a necessidade de que a alimentação e os hábitos cotidianos passem a ser considerados fundamentais para o entendimento da História.
 
Saiba mais nesse interessante artigo publicado no El País (clique aqui).
+++
A imagem nesse post foi reproduzida da citada reportagem no El País e retirada pelo jornal de História universal de la ginebra (Malpaso, 2015).