GB2yiIoEtXw

Debbie Reynolds (1932-2016) morreu ontem um dia depois da filha, enquanto preparava o funeral de Carrie Fisher. Triste, tristíssimo. Mas também bonito. Repete o que aconteceu com o poeta brasileiro Carlos Drummond de Andrade, que morreu dias depois de sua filha única, Julieta, em 1987. Homenageamos Debbie com a cena de Cantando na chuva que talvez seja um dos maiores momentos do cinema em todos os tempos.

E ainda:

Carrie, a princesa que queria muito mais