Luiz Zerbini escreveu esse texto para ler antes da apresentação do grupo Chelpa Ferro, do qual faz parte, na abertura da mostra Ready made in Brasil, inaugurada na galeria da Fiesp, em São Paulo, na noite do dia 9 de outubro, segunda-feira. A Caju recupera a seguir o que o artista escreveu e leu, ampliando assim a série #CensuraNuncaMais, dedicada à luta pela liberdade de expressão e contra a intolerância.

+++

Fernanda Montenegro, essa mulher maravilhosa, símholo nacional, postou um video na internet onde convoca os políticos honestos – sim porque ainda existem politico honestos – e o resto da sociedade a se manifestar. Chamando a atenção para a importância da cultura, da arte e da educação, pedindo o posicionamento de todos nesse momento de perigo pelo qual estamos passando.

Momento no qual a verdade vem sendo manipulada por um pequeno grupo de radicais intolerantes e truculentos, que insistem em atacar a nós artistas e nossas instituições, criando um ambiente de insegurança, que só favorece àqueles que querem chegar ao poder passando por cima dos direitos constitucionais.

Para além de posições pessoais politico-partidárias existe um bem comum em jogo:

a liberdade de expressão.

Nós precisamos cada vez mais de espaços abertos ao pensamento e à experimentação. Essa briga contra a intolerância e a calúnia não é só dos artistas. É daqui da Avenida Paulista, centro financeiro do Brasil, que pedimos que todos os setores da sociedader se posicionem contra a intolerância e a mentira. Não à intolerância e à censura.

Obrigado a essa grande mulher pela sua coragem, pelo senso de responsabilidade cívica.

Fernandona, eu te amo!

Nós te amamos.

Você está sendo atacada por haters, máquinas que transmitem o ódio e a intolerância. Mas nós somos os lovers.

E o amor há de vencer!